19 outubro 2008

Silêncio

"Há alturas em que devíamos poder hibernar e, assim, evitar aquelas coisas que vêm em rajadas incómodas."
...sim, como tu, transformada em notícia brutal daquelas que não são para nós, para os outros, sim, nunca para nós.
Lamento, gaja, o que vai cá dentro é grosso, espesso e demasiado dorido para sair pelos dedos para as teclas. Só isto.
Beijos nesses caracóis rebeldes e até um destes dias, "Môri".

15 julho 2008

29 abril 2008

Gogol Bordello, "Ave. B"



Ah Nica, everything is illuminated indeed!
Obrigada
Obrigada
Obrigada

14 janeiro 2008

45 cabecinhas... abençoadas!

Breve interrupção para informar que há sempre gente com boas ideias e que não se coíbe de as por em prática.
São graúdos e
miúdos, uns dão o mote e outros seguem-no... Ou não.
Dá gosto ver e ler.