17 maio 2007

Pormenores

Porto da Cruz, Maio 2007

"... mas ao fim de algum tempo damo-nos conta de que tendo meio centímetro de alguma coisa temos mais chances de preservar um certo sentimento do universo do que se pretendermos fazer o céu inteiro."

Nicole Krauss, A História do Amor

06 maio 2007

Cruzinha

Daqui a umas horas tenho de ir votar.
Assim como quem arranca um dente a sangue frio.
Num gajo não voto. No outro só se não olhar para a cara dele e pensar que por detrás está aquilo que considero mais perto de ser o "meu partido". Nos outros a seguir só por respeito político, a modos como as Testemunhas de Jeová: não nos apetece aturá-las mas admiramos o esforço, o empenho...
Sinceramente só vou votar porque um dia, há muito tempo, houve gente que lutou com unhas e dentes para que eu o pudesse fazer hoje. Ponto final.