27 fevereiro 2007

Irlanda, Setembro de 1990

Knock
(Christy Moore)

At the early age of thirty-eight Me mother said 'Go West!'

'Get up, ' says she. 'and get a job'. Says I, 'I'll do my best'
I pulled on me Wellingtons to march to Kiltimagh
But I took a wrong turn in Charlestown and ended up in Knock

Oh once this quiet crossroads was a place of gentle prayer
Where Catholics got indulgent once or twice a year.
You could buy a pair of rosary beads or get your candles blessed
If you had a guilty conscience you could get it off your chest.

Then came the priest form Partry father Horan was his name
And since he's been appointed Knock has never been the same.
'Begod,' says Jem, 'tis eighty years since Mary was adout.'
'Tis time for another miracle.' and he blew the candle out.

CHORUS
From Fatima to Bethlehem, from Lourdes to Kiltimagh,
There's never been a miracle like the airport up in Knock

To establish terra firma he draw up a ten year plan
And started running dances around 1961.
He built a fantabulous church, Go h-álainn, on the holy ground
And once he had a focal point he started to expand

Chip shops and Bed and Breakfasts sprung up over night.
Once a place for quiet retreats now a holy sight.
All sorts of fancy restaurants for every race and creed
Where black and white and yellow pilgrims all could get a feed

The stalls once under canvas became religious supermarts
With such a range o' godly goods, they had top twenty charts.
While the airport opposition was destroyed by James' trump card.
For centenary celebrations he got John Paul the twenty-third

CHORUS
From Fatima to Bethlehem, from Lourdes to Kiltimagh,
There's never been a miracle like the airport up in Knock


'We had the Blessed virgin here,' Bold Jamesie did declare,
'And Pope John Paul the twenty-third appeared just over there.'
'Now do you mean to tell me', he said in total shock,
'That I am not entitled to an airport here in Knock.'

TD's were lobbied and harassed with talk of promised votes
And people who'd been loyal for years now spoke of changing coats.
Eternal damnation was threatened on the flock
Who said it was abortive building airports up in Knock

Now everyone is happy the miracle is complete.
Father Horan's got his runway, it's eighteen thousand feet
All sorts of planes could land there, of that there's little doubt,
handy for the George Bush to keep knock Gadaffi out.

CHORUS
From Fatima to Bethlehem, from Lourdes to Kiltimagh,
There's never been a miracle like the airport up in Knock


Did NATO donate, me boys, did NATO donate the dough?
Did NATO donate, me Girls, did NATO donate the dough?
Did NATO donate the dough, the dough, did NATO donate the dough?
Eighteen thousand feet of runway is an awful long way to go.

(Foster & Allen - popular Irish folk duo)
(TDs - Teachtarai Dail, Members of the Irish Parliament)


Amor, que fizemos nós a esta "tape"? Mais uma "missing in action". Deve ter ido parar ao "bruscar"...

24 fevereiro 2007

Vou já comprar um lépetóp

Na próxima vez que estiveres num avião com o tipo mais irritante do mundo sentado na cadeira do lado, sabes, aquele que refila e protesta por tudo e por nada...

1. Puxa da pasta do laptop e pousa-a nos joelhos;
2. Abre-a calma e pausadamente;
3. Abre o laptop e liga-o, respirando pesadamente;
4. Assegura-te de que o ente execrável sentado ao teu lado consegue ver perfeitamente o écran;
5. Abre esta mensagem.
6. Inspira profundamente, fecha os olhos e ergue a cabeça para o céu enquanto murmuras uma oração ininteligível;
7. Então, carrega neste link.
(via email, traduzido e aumentado pela dona da casa)

22 fevereiro 2007

Homens

(daqui)

"...Agora, como então, não é medo que se apodera dele, apenas inquietude, apenas uma maior percepção das coisas. A brisa marinha friamente beijando o suor no seu peito e pescoço. Gaivotas grasnando, queixando-se, mesmo enquanto se banqueteiam de milhares de cadáveres flutuantes. A respiração cadenciada dos trezentos rapazes atrás de si... prontos a morrer por ele, sem um momento de hesitação. Todos eles. Prontos a morrer. Eles pensam que sabem o que isso significa."
Frank Miller, "300"

19 fevereiro 2007

Oposi quê?

Na sequência da suposta "queda" do Alberto e ouvindo a oposição falar percebe-se perfeitamente porque é que o homem continua à frente dos "destinos" da Madeira.
Ó anjos, nunca ouviram falar em golpes de rins? Ele não caiu, atirou-se ao chão e prepara-se para se erguer de novo quando bem lhe apetecer.
Com uma oposicoisa destas dá cá uma vontadinha de votar Alberto!... o que vale é que depois de 3 ponchas volta-se ao normal.
Uaimãecuiniervos!

16 fevereiro 2007

Francisco, 12 anos.


(daqui)
"...numa tempestade num oceano isso é representado para mim as grandes mudanças em que eu passo e que eu fazia por muitos anos, depois tudo ficava melhor a água roxa tornou-se rosa e que representava o portal do amor e depois havia uma queda de água em que era azul-amarelada, e que representava um dragão de chamas com uma pele igual a um arco-íris e depois havia um arco-íris que representava um portal da amizade. Este é o meu sonho."

"Mãe, eu tive um sonho" e eu a enfiar uma pouca tralha para correr para o aeroporto e começas tu a desfiar o teu sonho, algo muito raro. E eu atrasada e aparvalhada com o que dizias sem tempo para digerir, pedi-te para escreveres tudo o que te viesse à cabeça, tudo o que te lembrasses desse sonho. E no regresso deste-me o papel com estas linhas, escrito à velocidade e medida do que te vai na cabeça, não de necessidades ou preocupações de escrita, assim de rajada, sem filtros, como tu. Guardo-o desde então.
Foste o meu melhor presente de aniversário há 12 anos e continuas a sê-lo todos os dias.
Parabéns, meu amor.

11 fevereiro 2007

Alma sensível

(via email)
Era diferente, sempre fora. Desde pequeno agarrado ao avental da mãe e, mais tarde, agarrado aos vestidos e sapatos de salto dela. Dos saltos desistira, era um desequilibrado por natureza, mas dos vestidos não. Nem das "écharpes" e penugens diversas que enrolava no pescoço com jeitos e trejeitos coquetes qual Isadora Duncan de maçã de adão sobredesenvolvida. E porque previa para si um fim semelhante, enquanto amealhava para um descapotável em segunda mão treinava com o cilindro durante a hora de almoço.

11 Fevereiro 2007

Sim.

07 fevereiro 2007

01 fevereiro 2007

15 de Fevereiro, to whom it may concern...

... sim, a ti, para que não te queixes que eu nunca digo nada e tal e coisa.
E não julgues que a lista fica por aqui, vai sendo actualizada para dar muita hipótese de escolha.

Lambeijos por ali e acolá também.