20 junho 2010

Chico Buarque, "Joana Francesa"



Tu ris, tu mens trop
Tu pleures, tu meurs trop
Tu as le tropique
Dans le sang et sur la peau
Geme de loucura e de torpor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda
Mata-me de rir
Fala-me de amor
Songes et mensonges
Sei de longe e sei de cor
Geme de prazer e de pavor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda
Vem molhar meu colo
Vou te consolar
Vem, mulato mole
Dançar dans mes bras
Vem, moleque me dizer
Onde é que está
Ton soleil, ta braise
Quem me enfeitiçou
O mar, marée, bateau
Tu as le parfum
De la cachaça e de suor
Geme de preguiça e de calor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda

Tu ris, tu mens trop
Tu pleures, tu meurs trop
Tu as le tropique
Dans le sang et sur la peau
Geme de loucura e de torpor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda
Mata-me de rir
Fala-me de amor
Songes et mensonges
Sei de longe e sei de cor
Geme de prazer e de pavor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda
Vem molhar meu colo
Vou te consolar
Vem, mulato mole
Dançar dans mes bras
Vem, moleque me dizer
Onde é que está
Ton soleil, ta braise
Quem me enfeitiçou
O mar, marée, bateau
Tu as le parfum
De la cachaça e de suor
Geme de preguiça e de calor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda

Chico Buarque, Joana Francesa

27 maio 2010

The only true freedom is freedom from the heart's desires...

And have you ever wanted something so badly
that it possessed your body & your soul
through the night & through the day
until you finally get it!
And then you realise that it wasn't what you wanted after all.
And then those selfsame sickly little thoughts
now go & attach themselves to something....
....or somebody....new!
And the whole goddamn thing starts all over again.
Well, I've been crushing the symptoms but I can't locate the cause.
Could God really be so cruel?
To give us feelings that could never be fulfilled. Baby!
I've got my sights set on you. I've got my sight set on you
And someday, someday, someday, you'll come my way.
But when you put your arms around me
I'll be looking over your shoulder for something new
'cause I ain't ever found peace upon the breast of a girl
I ain't ever found peace with the religion of the world
I ain't ever found peace at the bottom of a glass
sometimes it seems the more I ask for the less I receive
sometimes it seems the more I ask for the less I receive
The only true freedom is freedom from the heart's desires
& the only true happiness....this way lies.

The The, "True happiness this way lies"(Dusk)


22 maio 2010

Chaiyya Chaiyya

Fantástica canção só por si.

Para quem não está a ver de onde conhece, é favor clicar aqui para ver descobrir. E se nunca viu, não sabe o que está a perder.

21 maio 2010

Oftlamologista sádico

Recebido por email.
Eu voto numa data de gente que fazia melhor este papel: este, este ou mesmo este...mas pronto, está engraçado.


27 abril 2010

Camille, "Quand Je Marche"



Quand je marche, je marche
quand je dors, je dors
quand je chante, je chante
je m'abandonne

Quand je marche, je marche droit
quand je chante, je chante nue
et quand j'aime, je n'aime que toi
quand j'y pense,
je ne dors plus

Je suis ici
je suis dedans
je suis debout
je ne me moquerai plus de tout

"Entends tu, m'as-tu dit,
le chant du monde", alors depuis
quand l'aube se lève, je la suis
et quand la nuit tombe
je tombe aussi

Je suis ici
je suis dedans
je suis debout
je ne me moquerai plus de tout

Quand j'ai faim, tout me nourrit
le cri des chiens, et puis la pluie
quand tu pars, je reste ici
je m'abandonne
et je t'oublie.

Camille, Le Fil

05 fevereiro 2010

04 fevereiro 2010

Band of Brothers



Umas das melhores séries de sempre sobre a Segunda Guerra. Uma banda sonora igualmente fabulosa. Imperdível. Para ver e rever no AXN durante este mês, todos os domingos, às 21h50.

28 janeiro 2010

Prémios Condé Nast Traveller 2009

Toca a votar minha gente, temos lá meia dúzia de razões Tugas, entre outras.

Clicai e votai...

12 dezembro 2009

Amo-te

Perceber. Ou não perceber e apenas observar e absorver e avançar. Absorver apenas se o corpo e a mente estiverem de acordo, se não houver rejeição de tecidos e orgãos.
Ou não perceber. Aperceber apenas que te amo. E que te quero amar apenas. Sem panos de fundo, sem dúvidas nem medos, talvez com medos mas sem que esses medos atrofiem o amor que sinto por ti, é possível isto? Up to me. Mesmo quando encontro desculpas sei que é up to me. Up to me esfumar os medos, clarear as dúvidas e simplesmente amar. Porque nada há mais do que isso. Amar alguém. A ti. Tão simples. Tão bom.

18 outubro 2009




You're Pale Fire!

by Vladimir Nabokov

You're really into poetry and the interpretation thereof. Along the
road of life, you have had several identity crises which make it very unclear who you
are, let alone how to interpret poetry. You probably came from a foreign country, but
then again you seem foreign to everyone in ways unrelated to immigration. Most people
think you're quite funny, but maybe you're just sick. Talking to you ends up being much
like playing a round of the popular board game Clue.


Take the
Book Quiz
at the
Blue Pyramid.

16 fevereiro 2009

Dias líquidos


Caldeirão Verde, Setembro 2008

01 fevereiro 2009

R.I.P.

(daqui)


Por vezes o desespero é tão grande que teimamos agarrar o corpo que flutua já sem vida e nos suga as forças a cada esforço de o trazer para terra mais ou menos firme.
Antes que nos arraste com ele, há que engolir as lágrimas e enterrá-lo fundo envolto em memórias doces. Só então começa a lenta caminhada de volta à vida.

19 outubro 2008

Silêncio

"Há alturas em que devíamos poder hibernar e, assim, evitar aquelas coisas que vêm em rajadas incómodas."
...sim, como tu, transformada em notícia brutal daquelas que não são para nós, para os outros, sim, nunca para nós.
Lamento, gaja, o que vai cá dentro é grosso, espesso e demasiado dorido para sair pelos dedos para as teclas. Só isto.
Beijos nesses caracóis rebeldes e até um destes dias, "Môri".

15 julho 2008

29 abril 2008

Gogol Bordello, "Ave. B"



Ah Nica, everything is illuminated indeed!
Obrigada
Obrigada
Obrigada